0

LEITURAS AGOSTO 2016

Olá leitores! E já passamos da metade do ano, como o tempo voa…

Eis minhas resenhas do mês de agosto, teve história verídica, quadrinhos, biografia, romance, contos, religião.

Leitura preferida do mês: Filhas de Eva – Martha Mendonça.

 

LIVRO 38

Chocante e forte, palavras que definem o livro. Tristeza, revolta e comoção, sentimentos que senti ao finalizar o livro.

Trata-se da história verídica de uma mulher de fibra, que apesar de ter sido aprisionada e abusada sexualmente, buscou forças para sobreviver.

O livro narra sem pudor os detalhes horrendos que Yasmeena passou. Um livro triste e muito bem escrito.

Uma leitura impactante. Gosto de livros baseados em fatos verídicos.

Gif livro

“A história real que estão prestes a ler não é para quem tem coração fraco. Entretanto, para permanecer autêntica a esta importante história, e ir além das manchetes e estatísticas e despertar a consciência sobre o que realmente acontece com mulheres mantidas como escravas sexuais, é essencial incluir os detalhes demolidoramente verídicos e pormenorizados que me foram relatadas pelas mulheres raptadas.”

“A vida costuma ser repleta de arrependimentos, mas não podemos mudar o passado, então, sigamos em frente.”

 

LIVRO 39

Amo quadrinhos e adoro a genialidade de Verissimo.

Leitura leve e divertida, e a edição é belíssima.

Adorei.

LIVRO 40

Sempre recomendo leituras em quadrinhos que narram sobre importantes personagens mundiais. Sou fã dessa coleção, como comprei em Portugal está intitulada “Chamo-me…”, no entanto no Brasil o nome da coleção é: “Meu nome é…” da Publifolha.

Uma maneira divertida e leve de aprender sobre grandes personalidades.

Leonardo da Vinci, Marco Polo, Einstein, Mandela, Vicent Van Gogh são alguns nomes da coleção.

Recomendo para crianças, jovens e adultos.

Gif livro

“Olá, o meu nome é Nelson Mandela e nasci em 1918, em Mzevo, na África do Sul. Vi e fiz muitas coisas durante minha longa vida, mas toda a gente me conhece por ter passado mais de vinte e sete anos na prisão por defender a igualdade entre negros e brancos do meu país.”

LIVRO 41

Ultimamente tenho criado muita expectativa com os livros de Harlan Coben, esse foi um dos que me arrastei na leitura, levei quase três meses para finalizar. Achei muito cansativo, não me empolguei.

Já li livros excelentes do escritor, porém,  “Que Falta Você Me Faz” terminei praticamente por obrigação. Tenho essa mania – errada – de me obrigar a finalizar um livro.

Recomendo “Não Conte a Ninguém” e “Desaparecido Para Sempre” de Harlan Coben.

Gif livro

“Segundo Holmes, nunca devemos teorizar antes de termos os fatos nas mão, porque assim corremos o risco de distorcer os fatos para que eles se encaixem na teoria, em vez de distorcer a teoria para que ela se encaixe nos fatos.”

 

LIVRO 42

Uma das minhas melhores leituras de 2016, sem sombra de dúvidas.

Martha Mendonça sabe manusear as palavras sabiamente. São contos belos e curtos. Devorei rápido o livro, e ao final fiquei com gosto de quero mais.

Conheci a escritora através do livro “Canalha, substantivo feminino”, aproveito para recomendar, é  excelente e engraçado.

“Filhas de Eva” é sublime e encantador.

Gif livro

“Claro que ela duvidava. Julgava por si mesma – e não é assim que sempre fazemos: julgamos os outros pela forma como nós mesmos sentimos e agimos?”

“Nunca mais beijo sem paixão, flor sem perfume, desejo contido ou falso perdão. Nunca mais valores caducos, regras retrógradas, amor sem tesão ou viver sem razão”

“Porque não banir o irreversível da minha vida? – indagou, já de costas para o espelho. Suavizar certezas. Enaltecer dúvidas, usá-las a seu favor.”

“Insistir só vale a pena quando há uma recompensa no final, seja ela qual for.”

LIVRO 43

 Depois que comecei a ler os livros do Padre Fábio de Melo não parei mais.
 Ele possui o dom de transmitir emoções na sua escrita. Sempre me acrescenta e me faz refletir, sobre situações, relações e sentimentos.

Gif livro

“Meu corpo é moderno, mas minha alma é antiga. Meu corpo é afeito às pressas, agendas, compromissos, ao passo que minha alma grita e reclama desejosa calmaria”

“Por isso eu faço questão de manter viva a criança que trago em mim. É dela que extraio a criatividade com que lido com o mundo. Nunca permiti que ela crescesse, eu a mantenho sob tutela”

E VAMOS continuar LENDO!

f6691-coruja_lendo

Anúncios
2

LEITURAS JULHO 2016

 

Olá leitores,

Estou de volta com minhas resenhas (breves), particularmente não gosto de longas resenhas, muitas vezes por serem tão detalhadas acabam por adentrar muito no enredo, se leio muito sobre o livro crio expectativas elevadas.

Gosto de registrar minhas impressões e deixar a cargo do leitor formar sua própria opinião sobre o livro, já que gosto literário não se discute. 🙂

 

LIVRO 34

Adoro livros de crônicas, não conhecia o estilo literário de Tati Bernardi.

Na minha opinião foi uma leitura morna, não me empolguei muito durante a leitura. Acho que criei muita expectativa, pois ao ler a sinopse achei que seria muito engraçado.

O estilo que ela narra é bem sem papas na língua, o livro aborda sua dependências por remédios, seu pânico de avião, crises de ansiedade, manias, casos amorosos, etc.

Para quem possui algumas das características da escritora, com  certeza irá se identificar e adorar a narrativa.

 

LIVRO 35

 

Um livro muito elogiado que recebi da Tag Livros. O interessante foi a experiência de ler um título e autor que eu não conhecia, e que provavelmente poderia passar despercebido nas prateleiras.

Desonra foi considerado um dos cem melhores livros escritos em língua inglesa de todos os tempos pelo respeitado jornal The Guardian, de Londres.

Seu autor, o sul-africano J.M Coetzee recebeu todos os prêmios literários possíveis (primeiro autor a vencer duas vezes o Booker Prize), dentre eles o glorioso Prêmio Nobel de Literatura de 2003.

O livro conta a história do professor de literatura David Lurie, da Universidade do Cabo, que passa a ser acusado pela própria instituição de ter um caso forçado com uma aluna. Por ter a consciência limpa, resolve não se defender, aceitando a sua demissão. Desempregado, viaja para fazenda da filha Lucy, para ajudá-la, com esperança de encontrar tempo para escrever sobre Lord Byron, de quem é especialista. Na trama do livro, Coetzee apresenta uma realidade pós-apartheid da África do Sul, num livro envolvente e extremamente bem escrito.

Consegui extrair várias reflexões e trechos do livro.

Como disse o jornal Sunday Telegraph:

“Desonra explora ao máximo o que significa ser humano, e está na linha de frente da literatura mundial”.

Gif livro

“Não existe nenhuma vida elevada . A única vida que existe é esta aqui.”

“O crânio, depois o temperamento: as duas partes mais duras do corpo.”

“Outro tipo de vida? Eu não sabia que a vida vem em tipos.”

“A vingança é como um fogo. Quanto mais devora, mais quer devorar.”

 

LIVRO 36

 

“Tromba Tromba” é uma lúdica história infantil.

O livro fala sobre elefantes pretos e elefantes brancos, os mesmos amavam todos os animais,mas se odiavam. Os elefantes pacifistas de todos os lados (brancos e pretos) vão viver no fundo da selva e os outros se matam mutuamente. Após muito tempo, aparecem os elefantes cinzas. A história é simples e singela, como todos os bons livros, e nos faz pensar nos humanos e seus preconceitos de cor, raça, religião etc. É um livro que nos deixa uma lição: “viva a diferença!”

Li e Recomendo. Uma linda obra que transmite uma grande lição.

 

LIVRO 37

 

O livro foi um presente de um amigo que sabe que adoro o tema.

Já li diversos livros que abordam o Holocausto, os campos de concentração, os sofrimentos que os judeus passaram durante essa época traumática e cruel da humanidade..

Porém, nunca tinha lido um livro abordando o depoimento de uma Italiana.

Liliana é uma jovem garota judia que nunca poderia ter imaginado que iria passar por momentos tão tristes e dramáticos na sua vida. Ela narra seu dia a dia no campo de concentração, os momentos em que pensou em desistir, os momentos em que se apegou a vontade de viver – sobreviver – . Também transmite lições de amor à vida e superação. Liliana foi uma das sobreviventes da “marcha da morte”. Uma incrível história.

Uma excelente leitura.

Uma dica para quem se interessar pelo livro: logo após finalizar pesquisei na internet entrevistas com a escritora, assisti e adorei.

 

E VAMOS continuar LENDO!

 

f6691-coruja_lendo