0

PLAYLIST INTERNACIONAL

Finalmente cumprindo o prometido e atendendo os inúmeros pedidos. Mais uma Playlist para ler, curtir, relaxar…

Sara Bareilles – I Choose You

Letra liiinda, música para deixar no Replay por inúmeras vezes..

 

Hazy-Rosi Golan feat. William Fitzsimmons

Música relaxante…

 

Nate Ruess – Nothing Without Love

Nova música de Nate Ruess, ele é o vocalista da banda “Fun.” que fez sucesso com a música “We Are Young”

 

Ellie Goulding – Love Me Like You Do

Amo a voz suave da Ellie e todas as suas músicas. Essa é viciante. Linda!

 

Jason Mraz – Love Someone

Jason Mraz é vida! Espetáculo de música e clipe

 

Le Miracle – Celine Dion

O idioma francês me encanta, e na voz de Celine Dion então. Letra e melodia perfeitas.

Ed Sheeran – Photograph

Sou muito fã de Ed Sheeran, todas as músicas do seu novo álbum são ótimas!

 

Regina Spektor – Fidelity

Uma antiga que tem um ritmo gostoso..

 

Hozier – Take Me To Church

Que voz de Hozier! Show!

 

Postmodern JukeBox – Burn

Amo o que eles fazem com as músicas, transforma em ritmo dos anos 50,60…espetáculo! Música de Ellie Goulding em um formato delicioso

 

Postmodern JukeBox – Steal My Girl

Sou muito fã dessas adaptações. One Direction direto do túnel do tempo transformado em ritmo dos anos 1950’s

 

Então, gostaram? Espero que sim…

🙂  Carol

 

0

LEITURAS SETEMBRO e OUTUBRO

Olá leitores!

Juntei dois meses e eis minhas últimas leituras.

No início do ano lancei o Projeto 100 Livros em um ano, já estamos quase no final do ano e ainda estou no livro 54. Espero acelerar o ritmo da leitura, para isso preciso abdicar de algumas redes sociais que sugam meu tempo. Mas vamos lá! Vamos ler!

 

LIVRO 48

 

O livro é delicioso. Repleto de imagens e curiosidades sobre os Beatles. Um capítulo muito interessante traz toda a discografia da banda. É uma breve biografia, não é aquele tipo de leitura monótona com muitos dados e blás blás blás, é objetivo, resumido e breve. Sou fã incondicional da Banda, amo todas as músicas e amei a leitura. Recomendo para todos os fãs da boa música, dos Beatles e da leitura.

LIVRO 49

Um livro que já estava na minha fila há bastante tempo. Sherlock Holmes é um dos personagens mais conhecidos da literatura mundial, sendo assim, fiquei muito curiosa em conhecer a história do detetive escrito por outro autor que não fosse Conan Doyle.

Trata-se de uma série sobre o jovem Sherlock Holmes, além deste (primeiro) a série tem mais três volumes.

O autor explica que sempre adorou os livros de Conan Doyle, porém ele sempre abordou Sherlock  já na idade adulta, sendo assim ele resolveu criar uma série que retratasse Sherlock com 14 anos de idade, que explicasse como tudo começou, os primeiros mistérios desvendados, etc.

O jovem Sherlock vai passar as férias com o tio, e lá conhece seu tutor, que seu irmão contratou. Gostei muito do personagem do tutor de Sherlock – Amyus Crowe – , é ele que instiga o jovem a deduzir os mistérios. Também gostei do amigo dele Matthew.

A narrativa é leve, feita na terceira pessoa,  não é muito profundo, os personagens são cativantes. Adorei o contexto histórico situado na Inglaterra, século XIX, sou fã de livros descritos nesta áurea.

Eu adorei o livro. Li muitas críticas de pessoas comparando com o Sherlock de Conan Doyle, porém, não há comparação, é outro autor, outro estilo, outro contexto.

O público alvo são os jovens, e concordo, acho uma leitura bastante interessante para jovens leitores, mas também para jovens de alma também, como eu..rsrsrss

Irei ler todos os livros da série.

“Você pode deduzir quanto quiser, mas dedução é inútil sem conhecimento. Sua mente é como uma roca a girar eterna e inutilmente, até que sejam introduzidas as fibras e ela passe a produzir os fios. A informação é a base de todo pensamento racional. Busque-a. Procure-a com assiduidade. Encha o depósito de sua mente com tantos fatos quantos couberem nele. Não tente distinguir entre fatos importantes e triviais: todos são potencialmente importantes.”

 

LIVRO 50

“Livrarias atraem o tipo certo de gente”

Sou fascinada por livros que abordam o tema: livrarias.   A. J. Fikry é dono de uma pequena livraria na ilha ‘Alice Island’,  e é no ambiente entre livros e leitura que tudo se desenvolve. O carrancudo livreiro é surpreendido por uma encomenda que irá mudar a sua vida. Um romance leve, com doses de humor e mistério. A história é simples, singela, sem nada avassalador, sem picos de emoção, apenas um enredo leve e delicioso.  O livro não é denso, é bem compacto. A leitura flui rápido.

Quem ama os livros irá encontrar muitos diálogos e citações interessantes.

“Sei não, Izzie. Tô te falando. Livrarias atraem o tipo certo de gente. Gente boa, que nem o A.J. e a Amelia. E eu gosto de conversar sobre livros com pessoas que gostam de conversar sobre livros. Gosto de papel. Gosto da textura e gosto de sentir um livro no bolso. Gosto do cheiro de livro novo também.”

“Posso prometer livros e conversas e todo o meu coração”

“As coisas que nos tocam aos vinte não são necessariamente as que nos tocam aos quarenta, e vice-versa. Isso é verdade para livros e para a vida. 

“Às vezes os livros só nos encontram no momento certo.”

 

LIVRO 51

 

 

O livro é desenvolvido em dois tempos: passado e presente.

A primeira parte do livro – o passado – narra a história da personagem Sophie Lefèvre, onde o pano de fundo é a Primeira Guerra mundial. Após o marido ter ido para a guerra Sophie retorna para a pequena cidade de St Péronne no interior da França, que sofre com a ocupação dos alemães, e se vê obrigada a tomar conta do Hotel da família, onde todo o enredo se desenvolve.

A segunda parte do livro – o presente – apresenta a história de Liv Halston, uma viúva que mora em uma belíssima casa de vidro que foi construída pelo seu falecido marido. As duas histórias se entrelaçam, e no meio do enredo os fios vão se desvendando e conectando. Gostei da maneira que a autora entrelaça as duas histórias, bem como o desfecho.

Sou suspeita pois adoro livros que são narrados tendo como tema a guerra mundial.  Algumas lições que são transmitidas na trama: sempre manter a perseverança e a fé.

Já li três livros da autora, gostei de todos, é uma autora que consegue prender minha atenção.

 

LIVRO 52

 

 

A promessa do livro é prender o leitor do início ao fim….mas não aconteceu comigo. A propaganda do livro é comparar o autor a Harlan Coben, por isso me interessei e comprei.

O personagem principal, Patrick,  está sendo vigiado por um motivo, e a partir daí toda a trama e consequências se desenvolvem.

Infelizmente não consegui finalizar ainda. Achei o enredo um pouco sem emoção, cansativo… Bom, muitos leitores gostaram, eu nem tanto.

 

LIVRO 53

Sou fã de Harlan Coben. Leio todos os livros. Pela capa o livro prometia ser o mais ambicioso e inteligente que o autor escreveu até hoje.

Os personagens principais são Jacob e Natalie. Eles se conhecem em um retiro e vivem um romance intenso. Inesperadamente Natalie rompe com Jacob e se casa com outro.

Após 6 anos Jacob descobre que o marido de Natalie faleceu, então suas esperanças se renovam e ele sai obstinadamente em busca de seu antigo amor. E então a trama se desenvolve e mistérios vão  sendo desvendados.

Tenho como parâmetro de comparação vários outros livros que já li do autor, e na minha opinião esse não foi um dos melhores. Não me empolguei muito. Mas continuarei lendo todos os títulos de Harlan Coben.

Dentre os meus preferidos do autor estão “Não Conte a Ninguém” e “Desaparecido Para Sempre”, estes sim, são sensacionais.

 

 LIVRO 53

 

Adoro as crônicas de Rubem Alves. Mais um livro delicioso do grande escritor. O livro é dividido em três partes: coisas que dão alegria, coisas do amor e coisas da alma.

 “O essencial é saber ver. Mas isso exige um estudo profundo, uma aprendizagem de desaprender. Procuro despir-me do que aprendi, procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram, e raspar a tinta com que me pintaram os sentidos…” (Alberto Caeiro)

 

LIVRO 54

 

Tenho quase todos os livros da autora, adoro o estilo breve e intenso que ela escreve. Trata-se de uma coletânea das melhores crônicas da escritora que falam sobre amor-próprio, curtir a vida, família e outros afetos. Algumas crônicas eu já conhecia, outras ainda não. É o tipo de livro que leio em um fôlego só, pois as crônicas são breves, leves e não são cansativas.

 

 

 

Novembro chegou, e vou me dedicar ao máximo aos livros e leitura! Vamos LER!

 

Carol  😉

7

TRILHA SONORA NACIONAL

Músicas Românticas

Devido a boa repercussão  de minhas últimas indicações musicais, elaborei mais uma Playlist para começarmos bem a semana. Desde já agradeço todos comentários carinhosos e motivadores. Muito bom saber que estou agradando com minhas indicações. Teremos sempre músicas aqui no Blog, pois já percebi que muitos curtem.

Essa semana vamos de músicas nacionais e românticas.

Uma excelente semana para todos.

1. Ilusion – Marisa Monte e Julieta Venegas

Essa é nova e minha preferida atualmente. Uma dupla fantástica. Romântica e com uma melodia linda.

“Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi”

2. Pra Sonhar – Marcelo Jeneci

Essa trilha sonora indico para os casados, noivos e apaixonados. É pra sonhar e pra chorar também. Eu sempre me emociono quando assisto.

“O que era sonho se tornou realidade
De pouco em pouco a gente foi erguendo o nosso próprio trem
Nossa Jerusalém
Nosso mundo, nosso carrossel
Vai e vem vai
E não para nunca mais

De tanto não parar a gente chegou lá”

3. De Janeiro a Janeiro – Nando Reis

Como estou romântica. Mais uma para acelerar o coração. Adoro as músicas de Nando Reis, as letras são poesias.

“Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar”

4. Quando eu Te Encontrar – Biquini Cavadão

Bruno é um poeta. As músicas são inspiradoras. Adoro.

“Eu já sei o que meus braços vão querer
Quando eu te encontrar
Na forma de um “C”
Vão te abraçar
Um abraço apertado
Pra você não escapar
Se você foge me faz crer
Que o mundo pode acabar, vai acabar”

5. Vilarejo – Marisa Monte

Uma música que parece com o domingo.

“Há um vilarejo ali
Onde areja um vento bom
Na varanda, quem descansa
Vê o horizonte deitar no chão

Pra acalmar o coração
Lá o mundo tem razão
Terra de heróis, lares de mãe
Paraiso se mudou para lá”

6. Pra Você Guardei o Amor – Nando Reis e Ana Canas

Linda, linda….linda… música inspiração.

“Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir

Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir”

7. Legião Urbana – Quase Sem Querer

Eternamente Legião Urbana.

“Quantas chances
desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém”

8. Aquarela – Toquinho

E para finalizar, um clássico com belas imagens.

“E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar
Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar
Sem pedir licença muda nossa vida
Depois convida a rir ou chorar

Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar
Vamos todos numa linda passarela
De uma aquarela que um dia enfim
Descolorirá”

Uma semana abençoada para todos.

11

MÚSICAS PARA ESCUTAR LENDO

Amo ler escutando música, a trilha sonora precisa ser suave, calma, e inspiradora.

Irei indicar dez artistas que adoro e suas respectivas músicas. Podem escutar toda a discografia, são excelentes.

Gosto de ler com trilha sonora internacional.

1. Caribbean Blue – Enya.

Essa tinha que ser a primeira, assistam ao vídeo, inicia com um menino LENDO! Perfeita.

Música celta. Excelente para escutar e relaxar. Recomendo todas as músicas dela para os momentos de leitura. Essa é uma das minhas músicas preferidas.

2.  Lego House – Ed Sheeran

Também recomendo todas as músicas de Ed Sheeran. São fantásticas.  E o sotaque britânico dele é lindo.

3. 93 Million Miles – Jason Mraz

Com certeza já escutei essa música mais de 93 milhões de vezes. A letra é emocionante. Amo. Eu associei ao livro “O Pilares da Terra”:

“Just know, wherever you go

You can always come home”

“Apenas tenha certeza de que onde quer que vá .

Você sempre poderá voltar para casa”

4. Tears and Rain – James Blunt

Bela canção. Romântica, suave. James Blunt é muito bom!

5. Supposed To Be – Jack Johnson

Mais um vídeo que inicia com livro. As músicas de Jack Johnson são excelentes, um ritmo praia, surf, maresia….

6. Don`t Dream It`s Over – Sixpence none the richer

No meu caso essa música interrompe a leitura. Paro a leitura e começo a cantar:  “Hey Now, Don’t Dream it’s overrrrrrrrr”  . Xii, me empolguei. Essa é uma versão, a original quem canta é “Crowded House”

7. Old Pine – Ben Horward

Suave…relaxa bem…AUMMMMM!!!!

8. Ride – Lana Del Rey

Fã dessa cantora! Show! Sentem na posição de “mantra” e relaxem. AUMMMMMMMm

9.  Count On Me – Bruno Mras

Música belíssima! Adoro todas as músicas dele. Tão bommmmm….Ops, essa eu também tenho vontade de sair cantando. E a letra? Belíssima!!!

http://www.vagalume.com.br/bruno-mars/count-on-me-traducao.html

10. Annie’s Song – John Denver

Escolhi uma mais antiga e nostálgica para encerrar. Muitos, principalmente jovens (minha alma tem 80 anos) não devem conhecer. As músicas de John Denver são inspiradoras. Recomendo muito.

“You fill up my senses”

Foi muito difícil escolher apenas 10 músicas. Pois meu universo musical é tão vasto! Se gostaram desse meu lado musical posso postar mais dicas para vocês. O que acharam?

Carol

0

U2 – A BIOGRAFIA

Capa U2 - a biografia-baixa

Em setembro de 1976 Larry Mullen Jr. colocou um anúncio na escola “Mount Temple Comprehensive”, procurando alguns garotos para montar uma banda de rock. Alguns garotos atenderam ao chamado do anúncio no mural escolar, dentre eles Paul David Hewson e David Howell Evans (Dave), que ficariam conhecidos como Bono Vox e The Edge. Dai nasceu a banda “Feedback”. Em 1977 mudaria de nome para “The Hype” e incorporaria o baixista Adam Clayton, que também tinha atendido ao anuncio de Mullen. Em 1978  mais uma mudança de nome, para U2, nome escolhido por causa da sonoridade ambígua, simular a expressão “you too” (você também, em inglês) e de um episódio ocorrido no dia de nascimento de Bono (10.05.1960),  quando um avião de espionagem foi derrubado pelos soviéticos na guerra fria (o avião chamava-se U2). Essas e outras histórias são contadas no livro “U2  uma biografia”, da ‘Universo dos Livros’, com prefácio de Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura. O livro conta a trajetória do quarteto de Dublin, e como a banda irlandesa se tornou a mais famosa do mundo atual, com seguidos recordes de público e faturamento, além do engajamento político dos integrantes da banda e dos projetos sociais do U2. O livro fala, por exemplo, da música “One”, música que permitiu ao U2 continuar na estrada, refletindo a canção os vários tipos de amor. As tensões quase levaram a banda a se separar, até que o guitarrista The Edge compôs uma progressão de acordes que inspirou o grupo a improvisar a música. Essas e outras peculiaridades sobre a Banda U2 o leitor encontra no livro. Excelente leitura. Ligue o som, e deleite-se com essa deliciosa leitura sobre uma das melhores bandas dos últimos tempos.

Gif livro

Trechos que grifei:

 “É isso que eu quero fazer”, disse Larry Mullen Jr. à sua mãe quando ouviu uma bateria pela primeira vez”(pág. 22)
“O grupo escolheu U2 por causa da ambígua sonoridade – similar À expressão “you too”” (Pág. 24)
New Year’s Day fall sobre o preconceito entre negro e brancos, entre capitalistas e comunistas, entre mundos distintos, e ganhou o público” (Pág. 39
A coisa que nos mantém progredindo, que nos mantém frescos, é uma ambição artística” (Pág. 41)
boy-reading-book
  • Público Sugerido: Fãs da Banda e da boa música.
  • Pontos Positivos: Escrita clara, fotos da banda, texto simples e completo.
  • Pontos Negativos: Faltou aprofundar mais na história da Banda
  • Nota (1 a 5): 5

Fotos de minha autoria. Show inesquecível em Winnipeg (Canadá), tive a sorte de ficar na Red Zone, compramos ingresso para a geral, como chegamos cedo, fomos privilegiados e adentramos na área mais VIP do show! Foi a realização de um sonho, momento inesquecível e emocionante! Apreciei o show de perto…muito perto!

WINNIPEG (076) Show U2 - 29 maio 2011 (04) Show U2 - 29 maio 2011 (16)

Uma música que amo:

tartaruga_tocando_cantando

 

All I Want Is You

You say you want diamonds on a ring of gold
You say you want your story to remain untold.
But All the promises we make
From the cradle to the grave
When all I want is you.
You say you’ll give me a highway with no-one on it
Treasure, just to look upon it
All the riches in the night.
You say you’ll give me eyes in the moon of blindness
A river in a time of dryness
A harbour in the tempest.
But All the promises we make, from the cradle to the grave
When all I want is you.
You say you want your love to work out right
To last with me through the night.
You say you want diamonds on a ring of gold
Your story to remain untold
Your love not to grow cold.
All the promises we break, from the cradle to the grave
When all I want is you.

Tudo O Que Eu Quero É Você

Você diz que quer diamantes num anel de ouro
Você diz que quer que sua história permaneça em segredo
Exceto todas as promessas que fizemos
Do berço à sepultura
Quando tudo o que eu quero é você.
Você diz que me dará uma estrada deserta
Tesouro, apenas para olhar
Todas as riquezas na noite.
Você disse que me dará olhos na ofuscação da lua
Um rio em tempos de seca
Um abrigo na tempestade
Todas as promessas que fizemos, do berço à sepultura
Quando tudo o que eu quero é você.
Você diz que quer que seu amor dê certo
Durar comigo pela noite.
Você diz que quer diamantes num anel de ouro
Que sua história permaneça em segredo
Que seu amor não se esfrie
Todas as promessas que quebramos, do berço à sepultura
Quando tudo o que eu quero é você.