2

LEITURAS JUNHO 2016

LIVRO 29

Ler Saramago é sempre um desafio, começando pela maneira que ele escreve: sem parágrafos, sem travessão, com pouca pontuação, ou seja, de um fôlego só.

Cansada de ser detestada pela humanidade a morte resolve fazer greve, abandona seu cajado e determina: “ninguém morre” e observa as consequências de tamanha ousadia.

Durante o período da ‘cessação” da morte surgem vários problemas políticos, religiosos, éticos, morais, crise nas funerárias, nas companhias de seguros e até na igreja.

“Se acabasse a morte não poderia haver ressurreição, e não havendo ressurreição, então não teria sentido haver igreja.”

É um desenrolar bastante reflexivo, repleto de discussões morais.

“As pessoas dizem coisas à toa, lançam palavras à aventura e não lhes passa pela cabeça pensar nas consequências.”

Houve um momento da leitura que achei cansativa, abandonei um pouco, depois retornei e consegui finalizar. Gostei bastante da parte que a morte demonstra um lado “humano”, onde deixa transparecer seus sentimentos.

Não achei uma leitura fácil, é densa. Porém ,sempre tenho uma ótima sensação após finalizar livros de Saramago.

LIVRO 30

 

Ainda não li o tão famoso”Livro do Desassossego”, está na minha infindável lista.

Com esta leitura senti o gostinho maravilhoso das belas e encantadoras palavras do grande poeta Fernando Pessoa.

Dispensa comentários e apresentações, Fernando Pessoa é simplesmente INCRÍVEL e GENIAL.

Comprei o livro em Portugal, na casa de Fernando Pessoa, não sei se no Brasil lançaram uma edição. :/

LIVRO 31

 

Quem tem filhos, sobrinhos, primos, ou quem convive com crianças se encanta com os diálogos pra lá de sinceros e engraçados dos pequenos.

Uma mãe – Silvana de Oliveira – resolveu eternizar de uma belíssima maneira as “faladas” de sua peculiar Sofia.

Uma leitura leve, engraçada e encantadora. É possível ler em menos de uma hora, pois cada “falada” nos deixa mais curiosos em saber as próximas respostas da esperta Sofia.

Além das frases o livro possui belíssimas ilustrações, tornando ainda mais prazerosa a leitura.

Ao final ainda traz um espaço convidando os leitores para anotarem as “faladas” de crianças, seja filho, primo, sobrinho, enfim, uma bela maneira de alertar todos para anotarem e eternizarem as pérolas das crianças, que estão cada dia mais incríveis.

Além do ótimo conteúdo, o livro possui três opções de cores de capa, achei muito criativo.

Aprovadíssimo.

www.facebook.com/faladasdesofia

instagram @faladasdesofia

 

LIVRO 32

De imediato fiquei encantada com a belíssima capa, é um trabalho espantosamente belo! Uma sobrecapa com a cor verde água com texturas.

Gostei da forma que os poemas são apresentados: do jeito que foram enviados para impressão, com os erros e rabiscos.

Finalizei com gostinho de quero mais.

Amo poemas e poesias. Uma leitura fácil e muito rápida, li em vinte minutos.

 

LIVRO 33

 

Chocante, forte, comovente, REAL . Se não gosta de leituras com detalhes tristes e fortes não leia.

Eu sou alucinada por livros que narram histórias verídicas, sinto necessidade desse tipo de leitura, pois fico me colocando no lugar da pessoa, da família, e me envolvo com os sentimentos e sofrimentos da vítima.

Trata-se da narração do longo sequestro de duas meninas que passaram 10 (DEZ!) anos em cativeiro. O livro aborda a versão de Amanda e Gina, e descreve detalhes do horror que essas duas jovens sofreram durante longos anos. Tiveram sua juventude roubada, foram maltratadas, sofreram, porém como grande guerreiras SOBREVIVERAM para contar.

Li e adorei. Recomendo

 

E VAMOS LER!

f6691-coruja_lendo

 

 

 

 

 

Anúncios
0

Book do Dia : A Balada de Adam Henry

 

O mais novo livro do britânico Ian McEwan: A Balada de Adam Henry.

A personagem principal é a Juíza Fiona Maye, do Tribunal de Família de Londres, envolta de casos complexos e conflitos entre religião e direito, que, ao mesmo tempo, enfrenta um casamento em declínio.

Assim, Fiona é um personagem que usa sua racionalidade para organizar a vida alheia — mas que não consegue resolver seus próprios conflitos. No caso que dá tema ao livro, entra em conflito a vontade de um hospital de fazer transfusão, e a vontade dele e dos pais no sentido de não autorizar, com base na convicção religiosa (eles são Testemunhas de Jeová). Numa virada da trama, a juíza vai a um quarto de hospital encontrar Adam Henry a fim de clarear seu julgamento sobre o caso. Nesse encontro, ela recita um poema de W. B. Yeats para o jovem, que a partir daquilo começa a questionar suas crenças e depois compõe uma balada — daí o título do romance. O debate no Tribunal, os casos jurídicos e o desenrolar da trama, tornam a leitura do empolgante.

O livro foi aclamado da seguinte forma pelo Washington Post: “Um romance notável de um dos maiores escritores da atualidade”.

 

2

LEITURAS MAIO – 2016

LIVRO 23

 

Não é novidade minha paixão por essa turminha. Sou fã incondicional de Peanuts e de todos os personagens .  Coleciono livros, miniaturas, roupas, enfim, tudo me encanta.

Sempre sou lembrada em livrarias quando alguém vê um livro, este ganhei de presente do ‘filhão”.

Claro que devorei rapidinho. São inúmeros quadrinhos fofos, engraçados, reflexivos.

Extraio muitos quadrinhos para postagens no Instagram @livros_e_leitura.

Recomendo para crianças, jovens e adultos.

 

LIVRO 24

 

Não existe um livro de Rubem Alves que eu não me apaixone e suspire com suas belas e poéticas palavras. Já li diversos do escritor e sempre que visito uma livraria procuro adquirir um novo.

São diversas crônicas que falam sobre as mais diversas formas de beleza. Rubem Alves sempre cita poemas do tão querido Fernando Pessoa, recomenda leituras nas entrelinhas, cita belas músicas e escreve com a alma.

Sou fã incondicional e recomendo todos os livros do escritor.

LIVRO 25

Outra escritora que não escolho livros: apenas compro.
O livro fala da dor da perda de um ente querido. Fala sobre morte, dor e recuperação.
São poemas que ela fez quando perdeu seu companheiro, são bem específicos e refletem um momento doloroso na vida de Lya Luft.
Poemas de desabafo em que ela consegue traspassar seu sofrimento de forma poética, frágil, humana.

Gif livro

“Porque ele morreu
abriu-se em meu peito esse buraco:
através dele arrancaram-me o coração
e colocaram o estranho maquinismo
cheio de lâminas e pontas
que me recorta e preserva
– pois se de um lado a morte me abraça,
de outro a vida me chama.”
 
“A maior homenagem que se pode fazer a
alguém que morreu
é voltar a viver da melhor forma possível.
Porque tudo é transformação.
E a vida sempre chama.
Eu acredito nisso.”
 

LIVRO 26

 

Um livro que achei passeando pela minha estante, aqui em casa acontece muito de encontrar livros nunca vistos ou escolhidos, já que somos uma família de leitores é comum nos deparamos com novidades nas prateleiras.

Folheei, achei interessante e resolvi ler. Não conhecia o escritor.

Me encantei com a forma bem humorada que ele escreve.

O livro traz narrativas populares sobre a tão temida morte, sempre acompanhadas de ilustrações estilo cordel.

Uma leitura rápida e divertida.

Ao finalizar, o livro me deixou com aquele “gostinho de quero mais”. Sem dúvida Ricardo Azevedo já está na minha lista de pesquisas para próximas aquisições.

Gif livro

“Segundo ditado popular,

não é preciso se preocupar com a morte. Ela é garantida e

ninguém vai ser bobo de querer 

roubá-la da gente.

O importante é cuidar da vida,

que é  boa, bela, rica,

preciosa e inesperada,

mas muito frágil.

Ela, sim, pode ser roubada.”

LIVRO 27

 

Não pode faltar quadrinhos no rol de minhas leituras mensais (acho que já perceberam).

Adicione quadrinhos + poesia e o resultado é: leveza e uma leitura deliciosa.

O livro descreve um pouco da vida do poeta e como surgiram alguns dos seus heterônimos. Cita algumas poesias, tudo isso acompanhado de belas ilustrações.

Recomendo – e muito.
Gif livro

“Sábio é o que se contenta com o espetáculo do mundo,

E ao beber nem recorda / Que já bebeu na vida,

Para quem tudo é novo / É imarcescível sempre.”

 

LIVRO 28

 

É indubitável o grande sucesso do Padre Marcelo Rossi em seus livros, e apesar do fenômeno, esta foi minha primeira leitura.

O Padre explica o que é Philia : “amor dos pais por seus filhos, o amor de um irmão por outro imão, o amor de um amigo por outra amigo, o amor entre os cidadãos”, e a partir de então faz diversas reflexões sobre temas como: ansiedade, tristeza, depressão, inveja, ciúme, medo, etc. Ao final de cada reflexão ele convida o leitor a orar, baseado no tema abordado.

Estou adorando o contanto com este gênero literário.

Continuarei pesquisando e degustando vários escritores e vários temas na aréa.

Um mês com excelentes e variadas leituras. E VAMOS LER!

 

f6691-coruja_lendo

0

LEITURAS MARÇO e ABRIL

Eu tardo, mas não falho. Finalmente elaborei minhas - curtas - resenhas.

LIVRO 15

 

Um livro intrigante, revela notícias surreais, daquelas que você lê e dúvida que realmente aconteceram, mas sim, o livro todo é baseado em fatos verídicos.

Achei uma leitura interessante, muitos relatos engraçados e outros inacreditáveis.

 

LIVRO 16

 

O primeiro livro que li de Antonio Prata ganhei de uma grande amiga de infância, devorei em minutos, o livro chama-se “Nu, de Botas” (recomendo). Após a leitura virei fã do escritor.

Felizes Quase Sempre foi o vencedor na categoria infantil da 55ª edição do Prêmio Jabuti.

“A gente tem que parar de ser feliz para sempre! Se não tiver uma infelicidadezinha de vez em quando, a vida perde a graça” 

O livro vai além da clássica frase “e foram felizes para sempre” e demonstra de forma bem humorada pequenas “infelicidades” cotidianas que acontecem com todo mundo. No enredo o escritor resgata personagens como: Cinderela, Branca de Neve, os sete anões, dentre outros. As ilustrações são lindas. O livro é recomendado para crianças, mas digo e repito: amo livros infantis e recomendo para todas as idades.

Adorei a leve e divertida leitura.

LIVRO 17

 

Adoro livros de crônicas, sempre que passeio pela livraria procuro livros do gênero.

O que me atrai é que posso ler pequenas crônicas quando estou com pouco tempo sem atrapalhar o enredo. Não conhecia o lado de Fernanda Torres como escritora, gostei.

O livro trata de temas como cinema, teatro, família e assuntos do cotidianos.

 

LIVRO 18

 

Desde de sua nomeação o Papa Francisco me inspira.

Seu semblante, suas atitudes, sua imagem serena e seu coração demasiadamente humano e caridoso.

Um livro para refletir, e aprender com os ensinamentos do nosso tão amado e admirado Papa.

Excelente leitura.

Ps: O livro foi um presente, tornou minha leitura mais especial ainda.

 

LIVRO 19

 

Conheci o escritor moçambicano através do livro “O Fio das Missangas” (recomendo!), fiquei encantada com a leveza e a poesia que ele traspassa nas palavras.

Adoro sua escrita, seu vocabulário, sua maneira de “escrevinhar”. Ele é peculiar, exclusivo e inimitável.

Estórias abensonhadas é um livro de pequenos contos, leitura fácil e rápida.

Pretendo ler toda obra do escritor.

Trechos que grifei:Gif livro

“afinal, só erra quem pode escolher”

“O sempre lhe era pouco e o tudo insuficiente”

“A dúvida, sabemos, é a inveja de não nos suceder a nós as impossíveis surpresas”

“para meio entendedor duas palavras não bastam”

“eu tenho medo de mulher. E você não tem? Tem, bem que eu sei. As ideias delas nascem num lugar que está fora do pensamento.”

LIVRO 20

 

Mais um estilo literário que me fascina: histórias verídicas.

O livro narra a saga de uma repórter parisiense que investiga as redes de recrutamento de grupos terroristas. Ela criou um perfil falso no Facebook, se passando por garota ingênua.

No início demorei um pouco para engatar na leitura, depois foi melhorando. Achei que o contato seria pessoal, porém o contato dela foi todo feito através de redes sociais, apesar de que ela “vestiu a camisa” e utilizou de disfarces para não ser descoberta, pois a investigação com o tempo se tornou bastante perigosa.

O livro é um testemunho de como as redes sociais: Facebook, Skype, Youtube, podem – e são – utilizadas como armas, unindo e recrutando pessoas do mundo inteiro exercendo um poder através do terrorismo digital.

Um tema interessante, o livro trata com detalhes de como a organização jihadista funciona.

 

LIVRO 21

Finalmente li um livro do Padre Fábio de Melo. Já assisti vídeos e shows, e li alguns trechos na internet, porém o meu primeiro contato com seu lado literário foi através deste livro.

O tema abordado é “o sequestro da subjetividade”, uma expressão referente à privação que algumas pessoas sofrem quando estabelecem vínculos afetivos com algumas pessoas.

Um livro que me acrescentou.

Um livro que eleva sua alma, que enriquece seu conhecimento, que te faz parar para pensar. A linguagem é simples, direita e construtiva.

Li e recomendo muito. Para quem gosta de textos reflexivos é uma excelente opção.

Trechos que grifei:Gif livro

“Todo livro precisa nos desafiar, incomodar. É assim que crescemos.”

“As relações simbólicas – aquelas que nos permitem crescer e superar nossos limites porque são capazes de estabelecer pontes que nos permitem travessias – “

“Antes de ser comunidade, o ser humano é pessoal, particular, reservado, privado…Junta-se aos outros para compor o todo, mas não deixa de ser o que é”

“O amor talvez seja isso. Encontro de partes que se complementam, porque se respeitam”

LIVRO 22

 

Mais um livro relatando uma história verídica: a tragédia do Bateau Mouche ocorrida no Rio de Janeiro. Já tinha lido algo sobre o ocorrido, porém não sabia dos detalhes.

A tragédia ocorreu em 1989, cerca de 150 pessoas saíram da enseada de Botafogo a bordo do Bateau Mouche IV em direção à praia de Copacabana para assistir aos fogos de artifício. No caminho, o barco naufragou, matando mais de cinquenta pessoas. Decisões equivocadas, negligência e falta de fiscalização foram alguns dos motivos que levaram o Bateau ao seu trágico destino. O número de mortos só não foi maior porque um iate e uma traineira conseguiram salvar quase cem náufragos.”

Ivan Sant’Anna escreve muito bem, os capítulos são pequenos, não são cansativos.

Foi uma excelente leitura. Fiquei com o gostinho de “quero ler mais” livros de Ivan Sant’anna

 

Uffa! Fiz ótimas leituras, como podem observar foram vários gêneros literários e várias descobertas de escritores que eu não conhecia. E vamos LER!

Carol

 

 

2

LEITURAS FEVEREIRO 2016

Cumprindo minha promessa de colocar em dia minhas resenhas, eis minhas leituras  de fevereiro. (cumprindo atrasada, porém…antes tarde do que nunca)

LIVRO 7

Quando vi o título e a capa achei bem engraçado e inusitado, fiquei muito curiosa para ler. Achei que seria uma leitura bastante cômica.

Me surpreendi com a seriedade o livro, ele explica de forma bem humorada questões fundamentais da filosofia.

É um livro pequeno, porém profundo.

No início de cada capítulo sempre é apresentado um fundamento da filosofia e em seguida de maneira lúdica é exemplificado com uma piada e finalmente são explicadas questões inerentes ao tema filosófico abordado.

Recomendo para quem possui curiosidade em saber um pouco sobre filosofia.

Li e adorei.

Trechos que grifei:Gif livro

“Regra de ouro: “Faça aos outros aquilo que gostaríamos que fizessem com você.” (Pág 102)

“A palavra alemã ‘einfühlung’, quer dizer “sentir dentro”, ou empatia, foi usada por fenomologistas como Edmjndo Husserl para indicar um modo de conhecimento que procura penetrar na experiência de outra ser humano e saber e sentir o mundo do mesmo jeito que ela sente. Em outras palavras, vestir a camisa de outra pessoa. (Pág 93)

“Distinguir o bem e o mal é o território da ética. É também o que mantém ocupados os sacerdotes, – sábios e pais. Infelizmente, o que mais ocupa as crianças e o filósofos é perguntar aos sacerdotes, sábios e pais: “Por quê?” (pág 95)

 

LIVRO 8

Fernando Pessoa é inquestionável, neste pequeno livro são selecionados belos poemas do grande poeta com ilustrações. Um livro para se encantar com a sensibilidade ímpar do grande Pessoa. Uma leitura leve e inspiradora . Li e amei. Recomendo

Trechos que grifei:Gif livro

“Para ser grande, sê inteiro: nada Teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe quanto é No mínimo que fazer. Assim em cada lago a lua toda Brilha, porque alta vive.”

LIVRO 9

Todos sabem que sou fã do Snoopy e de toda turma dos Peanuts, mais um livro fofo para coleção. Leio tudo relacionado aos “Peanuts”. Um livro meigo com ótimas tirinhas e ilustrações.

 

LIVRO 10

Sempre alterno minhas leituras com poesias e poemas e sou fã do poeta Manoel de Barros. Trata-se de uma antologia que reúne poemas de diversas fases do escritor.

Manoel de Barros possui uma linguagem única e uma maneira de “escrevinhar” incrível.

Trechos que grifei:Gif livro

“Há pessoas que se compõem de atos, ruídos, retratos. Outras de palavras.”(Pág 72)

“Me procurei a vida toda e não me achei – pelo que fui salvo.” (Pág 89)

“A sensatez me absurda. Os delírios verbais me terapeutam”(Pág 99)

“Posso fingir de outros, mas não posso fingir de mim.”(Pág 118)

“Noventa por cento do que escrevo é invenção; só dez por cento que é mentira”(Pág 118)

“A importância de uma coisa há de ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós”(Pág 152)

 

LIVRO 11

Não conhecia o autor, minha primeira leitura do escritor Georges Simenon, porém fiquei ansiosa para ler já que a sinopse e as críticas sobre o autor eram muito favoráveis

O enredo do livro gira em torno de um assassinato ocorrido a bordo da embarcação Ócean.

Achei um livro morno, fiquei na expectativa esperando um ápice, um momento emocionante, o que não ocorreu. Uma leitura monótona e um desfecho um pouco sem graça. Criei muita expectativa porém não achei uma obra grandiosa.

 

LIVRO 12

Outro com um título e capa bastante interessante, fiquei muito curiosa para ler mensagens trocadas por grandes nomes mundiais e seus personagens: Sherlock Holmes, Peter Pan, Hamlet, Edgar Alan Poe, Platão, Agatha Christie, Dom Quixote, Harry Potter, O Pequeno Príncipe, dentre outros.

Para achar engraçado os textos o leitor precisa saber detalhes dos personagens, confesso que em muitos precisei pesquisar para poder entender, ele aborda muitos escritores e histórias que eu desconhecia, tais como: Henry David Thoreau, William Faulkner…

Uma leitura leve e inusitada, sugiro antes da leitura fazer uma pesquisa breve sobre as figuras abordadas, desta forma o entendimento será mais proveitoso.

LIVRO 13

Mais um da minha querida turma, leitura de dez minutos, são quadrinhos que abordam o tema amor, este comprei na Espanha, por isso o título e quadrinhos estão todos em espanhol. Adoro visitar livrarias quando viajo e sempre adquiro livros em outras línguas.

LIVRO 14

Carpinejar sabe falar de amor brincando com as palavras, o livro possui diversas crônicas relacionadas ao tema que ele mais aborda: amor.

Para quem gosta de crônicas é uma boa pedida. Já li vários do autor e adorei.

Trechos que grifei:Gif livro

“Naquele tempo eu obedecia mais do que compreendia, hoje eu compreendo mais do que obedeço.” (Pág 17)

“E muitas vezes se afastar não é se despedir – é apenas sofrer, agora sozinho, a falta de entendimento” (Pág 47)

“Todas as palavras são estrelas cadentes. Prometer é sério, prometer é se comprometer”(Pág 114)

“A esperança é o que mais machuca. Não há maior tortura do que gerar esperança em vão: é oferecer para tirar”(Pág 114)

E vamos ler!

Carol  😉

4

LEITURAS JANEIRO 2016

O ano de 2016 está voando… confesso que estou com pouco tempo de sentar para elaborar resenhas, o ano passado também tive muitas viagens e compromissos e dediquei pouco tempo ao Blog, mas conforme prometido, prosseguirei compartilhando todas as minhas leituras, breves resenhas e indicações dos livros que li. PROMETO compartilhar mais dicas de leituras aqui no BLOG. ME COBREM!! Também compartilho no Instagram @livros_e_leitura todo histórico de minhas leituras, passeios em livrarias, bem como diversas dicas de leituras.

Eis minhas leituras de Janeiro de 2016:

LIVRO 1

 

a mala de hanaPrimeira leitura de 2016. Devorei em menos de 2 horas. Não poderia ter iniciado minhas leituras de forma melhor.

Espetacular. Duas histórias tecidas com maestria: uma jovem na busca incessante de informações sobre Hana, uma criança judia que teve sua vida transformada após a 1ª Guerra Mundial.

Durante a leitura consegui sentir as emoções da busca incessante pela interessante história real de Hana. O livro também possui fotos que ajudam a formar um cenário mais real na mente do leitor.

Quem me acompanha sabe que sou fã de livros que tratam sobre o Holocausto e Guerra Mundial, mais uma surpresa agradável a descoberta deste livro tão interessante. O livro foi um ‘achado’, pois não foi indicação e também estava em um local de pouco destaque na livraria.

Li e Recomendo.

Trechos que grifei:Gif livro

“as mais preciosas dádivas que podemos ter no mundo: tolerância, respeito e compaixão”(Pág 104)

LIVRO 2

 

Folheei o livro na livraria e fiquei encantada com as ilustrações, levei sem pestanejar. Foi amor instantâneo, também não foi indicado, mas estava em uma prateleira de destaque na livraria.

Uma coletânea de textos e charges instigadoras. Amei diagramação, as charges, as imagens, os textos. Me surpreendi e já providenciei o primeiro volume.

A leitura flui facilmente e inspira.Os trechos dos livros são incríveis e afloraram minha inspiração. Um livro para ser lido e relido sempre.

Recomendo.

 Trechos que grifei:Gif livro

“Pare de MimiMI e vá lutar pelos seus sonhos”(Pág 35)

“Tente simplificar a vida”(Pág 45)

“Se existe algo na vida que vale a pena você gastar seu dinheiro é em viagens com a família”(Pág 45)

“Uma pessoa que reconhece a ajuda compensa todas as outras que foram ingratas”(Pág 45)

“A esperança mora no futuro, mas o poder dela é capaz de colorir o seu presente”(Pág 51)

          “O importante é ter opinião própria e não obsessão de mostrar que têm opinião própria para serem aceitos”(Pág.124)

LIVRO 3

Outro estilo literário que me fascina: histórias verídicas. O livro já estava criando teia de aranha na minha fila, um certo dia resolvi descobri o mistério relacionado ao Harém de Kadafi.

Ele é rico em detalhes minuciosos das atrocidades que o ditador Muamar Kadafi fazia com jovens meninas inocentes, só recomendo a leitura para quem tiver fôlego, pois a verdade é dita de forma nua e crua. A narrativa relata de forma transparente todo sofrimento de Soraya, que foi raptada para servir ao Ditador sem escrúpulos. Ela passou 7 anos raptada, onde sofreu bastante, passando por situações inacreditáveis.

Uma obra muito bem escrita, a jornalista Annick Cojean conseguiu dá voz a Soraya, revelando peculiaridades sombrias antes desconhecidas da ditadura de Kadafi. Inúmeras mulheres além de Soraya tiveram o mesmo destino.

O livro é forte, intenso e muito interessante. Li e adorei.

LIVRO 4

Uma narrativa que reúne dois aspectos que gosto: quadrinhos e histórias verídicas. Uma maneira leve e divertida de conhecer a vida de pessoas que mudaram o mundo. Um deles foi o revolucionário e visionário Steve Jobs. Ele não era um ser humano fácil de conviver, porém como os grandes empreendedores nunca cogitou a possibilidade de desistir ou de sempre crescer e inovar com produtos únicos e insanamente geniais!

As ilustrações são belas e o texto de fácil compreensão. Leitura agradável e construtiva. Li em uma tarde. Recomendo.

LIVRO 5

Este ganhei de presente do meu marido, não conhecia a escritora, adoro ganhar livros de presente, pois eles me apresentam um mundo literário que talvez se tivesse na livraria não iria descobrir. Fui surpreendida por algo que jamais imaginei ler. Fiquei intrigada com a trama.

O enredo não é nada convencional, pois trata de um tema bastante polêmico, demorei para absorver a história. Recomendo para quem esteja preparado para se deparar com uma narrativa bastante inusitada.

Provavelmente se tivesse lido a sinopse no Skoob não iria me interessar pela leitura. Uma descoberta interessante e inovadora.

 

LIVRO 6

Estava já de saída da livraria quando reparei no título engraçado que me fez voltar e folhear. Comprei pela capa divertida, e despretensiosamente me surpreendi.

Li trechos em voz alta para quem estava ao meu redor, causando risadas.

Logo de início achei que todas as piadas seriam relacionadas ao tema bebida, porém me enganei, são frases abordando os mais variados temas de forma bem humorada e inteligente. Devorei rapidinho.

Para quem gosta de livros de frases é uma boa pedida.

Bom, essas forma minhas leituras de Janeiro, bem variadas, podem observar que leio livros dos mais diversos gêneros e tipos. O que não gosto são de livros cansativos e enfadonhos, não foi o caso de nenhuma leitura do mês.

E vocês, o que andaram lendo? Recomendam algo? Deixem comentários.

E vamos ler!

Carol  😉

 

4

LEITURAS 2015

Eis uma relação com todas as minhas leituras do ano de 2015. Como o ano foi corrido, estou atrasada com metade das resenhas. Sempre publico resenhas mensalmente de todos livros lido no período, podem procurar nos arquivos, irão encontrar diversas resenhas e recomendações.

Deixarei a lista e quem tiver interesse em saber mais sobre o livro, pode deixar comentários que responderei todos. E vamos ler!

1.  Peanuts Completo
2. Snoopy – Volume 1
3. Traçando Madri – Luis Fernando Verissimo
4. Traçando Japão – Luis Fernando Verissimo
5. As Aventuras de Tom Sawyer em Quadrinhos – Mark Twain
6. A Pequena Filosofia de Mafalda
7. Os Segredos de Colin Bridgerton – Julia Quinn
8. Frases Mal Ditas – Legrand
9. Filomena Firmeza – Patrick Modiano
10. Minha Vida Como Gueixa – Mineko Iwasaki
11. Uma Dose Mortal – Agatha Christie
12. O Tigre Na Sombra – Lya Luft
13. A Bibliotecária de Auschwitz – Antonio G. Iturbe
14. Lá e Aqui – Carolina Moreyra / Odilon Moraes
15. Procura-se Um Amor Que Goste De… – Thaís Aragão
16. Vincent – Barbara Stok
17. Hamlet ou Amleto – Rodrigo Lacerda
18. A Toda Prova – Harlan Coben
19. A Casa do Céu – Amanda Lindhout / Sara Corbett
20. O Ateneu – Raul Pompeia
21. Queda de Gigantes  – Ken Follett
22. Um Mais Um – Jojo Moyes
23.  Gelo Negro – Livro 3 da série “O Jovem Sherlock Holmes”
24. Você Conhece Steve Jobs – Pam Polack e Meg Belviso
25.  Você Conhece Walt Disney – Whitney Stewart
26.  Você Conhece Steven Spielberg – Stephanie Spinner
27.  O Monstro das 7 Bocas – Clotilde Tavares
28.  Pedro e o Lobo – Prokofiev – Ilustrado por Bono Vox
29. Perguntaram-me Se Acredito em Deus – Rubem Alves
30. Era Uma Vez Um Menino Chamado Augusto – Neide Medeiros Santos
31. Solombra – Cecília Meireles
32. O Doente Imaginário – Molière
33. Augusto dos Anjos em Quadrinhos – Jairo Cézar / Luyse Costa
34. Pedro Américo em Quadrinhos – Bruno Gaudêncio / Flaw Mendes
35. Inverno no Mundo – Ken Follett
36. Lições De Vida – Freud – Brett Kahr
37. Lições De Vida Nietzche – John Armstrong
38. Uma Porta Para Um Quarto Escuro – Antonio Cestaro
39. Te Adorar – Manuel Bandeira
40. Eu Tenho o Direito de Ser Criança – Alain Serres / Aurélia Fronty
41. Não Derrame o Leite – Stephen Davies / Christopher Corr
42. Mil Dias Em Veneza – Marlena de BLASI
43. Uma Vida Interrompida – Alice Sebold
44. Guia de Veneza – Ruy Araújo
45. Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll
46. A Condessa Sangrenta – Alejandra Pizarnik
46. Mario Prata Entrevista Uns Brasileiros – Mario Prata
47. Os Bebês de Auschwitz – Wendy Holden
48. Meu Livro de Cordel – Cora Coralina
49. Aventuras de Alice No País das Maravilhas – Lewis Carroll
50. E Então Paulette – Barbara Constantine
51. Millôr Fernandes – Essa cara não me é estranha e outros poemas
52. Chamo-me John Lennon – Carmen Gil / Luisa Vera
53. O Yark – Laurent Gapaillard /Bertrand Santini
54. Bibliotecas Do Mundo – Daniela Chindler
55. A Costureira de Dachau – Mary Chamberlain
56. Leonardo da Vinci – Crianças Famosas
57. Jorge Amado – Crianças Famosas
58. Só Por Hoje e Para Sempre – Renato Russo
59. Apaixonada por Histórias – Paula Pimenta
60. Terra Sonâmbula – Mia Couto
61. O Menino da Mala – Lene Kaaberbol / Agnete Friis
62. A Garota Sem Nome – Marina Chapman
63. Malala – A Menina Que Queria ir Para a Escola – Adriana Carranca
64. O Menino da Lista de Schindler – Leon Leyson / Marilyn J. Harran e Elisabeth B. Leyson
65. Primavera de Cão – Patrick Modiano
66. Educação dos Sentidos e Mais – Rubem Alves
67. Trita e Oito e Meio – Maria Ribeiro
68. A Vida Segundo Linus – VR Editora
69. Jackie – Uma Campeã Olímpica – Texto de Fabiana Barcinski e Rodrigo Lucena / Ilustrações de Guazzelli
70. O Mundo Segundo Lucy – VR Editora