6

LEITURAS JUNHO – 2014

 

Olá leitores. Segue um breve resumo de minhas leituras atuais do mês de Junho.

LIVRO 36

Jojo Moyes consegue transmitir uma sensibilidade incrível no livro. Uma história emocionante, cativante. Me fez repensar certos valores. Aquele tipo de leitura que te prende, te faz suspirar e querer mais… Ao final você fica horas pensando no que acabou de ler.

O livro narra a história de Louisa e Will. Louisa é uma jovem de 26 anos que acabou de perder seu emprego em uma cafeteira. Após incessantes buscas para um novo emprego ela encontra uma vaga de cuidadora, e o seu “patrão” é Will, tetraplégico. Logo no início ele é bastante rude com ela, e, Louisa só não abandona o emprego pois ela precisa ajudar nas despesas da casa, já que seu pai está desempregado. Aos poucos Louisa vai desarmando Will, e a história envereda para sensibilidade, companheirismo, carinho, determinação. Will é realista, Louisa sonhadora, sempre acreditando que tudo irá terminar bem. Um livro dramático e também triste, porém tocante.

Um livro belíssimo. Virei fã da autora. Já li também “A Última Carta de Amor” (resenha em post anterior)

Algumas citações:

“Não estou lhe dizendo para saltar de prédios altos, nadar com baleias ou algo assim (embora, no fundo, gostaria que você fizesse essas coisas), mas para viver corajosamente. Ir em frente. Não se acomodar. Usar aquelas meias listradas com orgulho. E se quiser mesmo se acomodar com algum sujeito ridículo, garanta que um pouco de tudo isso fique guardado em algum lugar. Saber que você ainda tem possibilidades é um luxo. Saber que lhe dei algumas, me dá certo alívio.”
“— Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.”

 

 LIVRO 37   

 

Adoro o autor. O livro segue o tradicional estilo de Myron Bolitar: humor, suspense policial, alguns toques de ironia e sempre cheio de reviravoltas. No livro Myron tenta desvendar o sequestro do filho de um renomado jogador de Golfe, e dessa vez ele não terá a ajuda de seu melhor amigo Win, já que os personagens são pessoas do passado dele. Os livros de Harlan são sempre recheados de mistérios, segredos e finais inesperados. Sou fã do trio: Myron, Win e Esperanza.

Já li diversos do autor, classifico como bom. Já li ótimos, mas “O Preço da Vitória” não é de tirar o fôlego como outros dele que já li, porém a narrativa é interessante.

 

LIVRO 38   

 

 

O livros é composto por textos curtos abordando diversos assuntos: amor, morte, educação, livros, enfim, uma vastidão de temas através da visão de Rubem Alves. Alguns textos foram retirados de outros livros do autor. Excelente leitura para pensar, refletir e inspirar.

 

LIVRO 39

 

Um livro que achei em uma de minhas andanças pelas livrarias. Ninguém recomendou, o que me chamou atenção foi o subtítulo: “Uma história real sobre perda, celebração e o poder da leitura“. Folheei, li a sinopse e me encantei.

O tema central são os livros e o poder de conectar as pessoas. Uma história verídica.
Mãe e filho formam um clube do livro (apenas entre eles), onde compartilham e discutem livros lidos pelos dois. O livro é recheado de dicas e indicações de livros.
A narrativa envolve um drama familiar: uma doença acomete a mãe de Will (autor do livro) e entre tratamentos e hospitais surge uma maior aproximação entre mãe e filho, e no meio de tudo: livros e o seu poder de conectar as pessoas e levá-las a reflexão. A narrativa é feita por Will.
Algumas citações:
“Sempre buscava refúgio num livro. Os livros focavam sua mente, a acalmavam, a levavam para fora de si mesma.”
 
“Você apenas faz o seu melhor, e isso é tudo o que pode fazer”
“O maior presente que você pode dar a alguém é sua atenção indivisa”

Essas foram minhas leituras de Junho, em Julho terei mais tempo, as crianças estão de férias, sendo assim diminuirei minha carga de mãe-torista. Irei me esforçar para ler mais e mais e mais…

 

         Carol  😉

 

 

Anúncios
0

LEITURAS MAIO 2014

Olá amigos leitores!

Segue um breve resumo e minha impressão sobre as leituras de Maio/2014

No mês de maio 5 livros , totalizando 35 livros lidos em 2014.

#Projeto100LivrosEm1Ano

 

LIVRO 31

 

 

Me interessei pelo livro por dois motivos: primeiro que adoro livros que relatam histórias reais, e segundo porque conheci a Índia e queria absorver tudo relacionado ao país.

Trata-se de um relato real sobre uma das maiores favelas da Índia, em Mumbai. Katherine Boo fez uma pesquisa intensa no local, coletando depoimentos e vivenciado histórias verídicas comoventes dos moradores da favela.

O livro te comove, pois a realidade pobre, as condições desumanas que as pessoas vivem por lá, situações, falta cultura, educação, faz o leitor refletir.

A história inicia com o suicídio de uma moradora que atribui a culpa de sua morte a um dos moradores – o que não foi verdade -, tudo causado por inveja, coisas pequenas. Desse ponto de partida a autora vai narrando a vida dos moradores, suas dificuldades, suas batalhas diárias.

Achei um livro forte e muito real. Gostei. Recomendo para quem gosta de histórias verídicas.

 

LIVRO 32

 

FANTÁSTICO LIVRO! Ele engloba três paixões que alimento: livros, viagens e fotografia.

Através dos livros viajo na imaginação, viajo sem sair do lugar e também aprendo sobre lugares. Sempre leio algo antes de visitar algum país/cidade. Viajando aprendo “in loco”sobre o local, sua história, geografia e seus costumes. Fotografando eternizo os momentos inesquecíveis.

 

J.R Duran é um dos mais famosos fotógrafos do Brasil. Fotografa modelos e produtos nos cinco continentes. Nascido em Barcelona (descobri no livro), é brasileiro por escolha. No livro ele relata experiências em várias cidades do mundo em que esteve, impressões sempre acompanhadas por desenhos feitos pelo próprio fotógrafo. Duran surpreende com uma escrita leve e gostosa, você não consegue parar de ler. O livro revela o homem multitalentoso que estava escondido atrás das câmera fotográfica. Livro surpreendente.

 

LIVRO 33

 

Achei que o livro seria de contos, tal como os últimos que li do autor, mas não, ele tem um enredo. O livro é recheado de lirismo e de uma maneira peculiar que o autor possui de descrever locais, fatos, cenas. O livro narra a história de dois Marianos, que ao longo do enredo se revelam, se descobrem.

Demorei para terminar, absorver o enredo. É um livro peculiar, diferente, repleto de “viagens” através de um mundo ilusório, irreal, inimaginável.

Para quem se interessou pelo autor, recomendo iniciar pelos livros de contos, pois dessa forma é possível conhecer a narrativa do escritor.

 

LIVRO 34

 

Não planejei ler o livro e nem estava na fila. Comprei no aeroporto. Livro delicioso e rápido de ler. A autora relata o que ela acha que é o “sal da vida” para ela. O que é o sal da vida para você?

Para mim o sal da vida é cheirar um livro novo, um abraço inesperado, uma palavra de conforto, uma paisagem de tirar o fôlego, uma benção paterna, uma oração materna, poder dormir até mais tarde, tomar um café quentinho embaixo do edredon em dia de chuva, sensação de missão cumprida, ajudar uma amigo, um te amo inesperado, se emocionar com um filme, uma música que toca seu coração, cheiro de lençol lavado, uma palavra sincera, um travesseiro aconchegante, cheiro de chuva, beijo na testa…etc….

É isso que o livro revela, e acabei revelando um pouco do “tempero” da minha vida. Adorei e refleti muito! Foi uma excelente descoberta.

 

LIVRO 35

Quem acompanha meu Instagram sabe como sou fã dessa turminha! AMOOOOOOOO PEANUTS! Snoopy, Charlie e toda turminha.

Um livro com frases divertidas e engraçadas. Amei! Amei! AMEI!

Quero tudooooo dos Peanuts! SOU FÃ!

 

 

 

Esse mês foram poucas leitura, porém deliciosas. Em junho preciso ler mais.

 

Carol 😉